Silva

Nome comum: Amoras-silvestres; silva; silva-brava; silvado-bravo

Nome científico: Rubus ulmifolius, Schott

Reino Plantae silva
Divisão Spermatophyta
Classe Magnoliopsida
Ordem Rosales
Família Rosaceae
Género Rubus
Espécie Rubus ulmifolius, Schott

Características:

Arbusto silvestre revestido por espinhos. Emite rebentos (turiões) que são aéreos, lenhosos, quase erectos e arqueados, robustos, angulosos, frequentemente com sulcos e também eles, revestidos por espinhos robustos, direitos a falciformes e pilosos. As folhas são compostas, com os folíolos inseridos no ápice do pecíolo, de onde divergem mais ou menos uns dos outros e são tri a pentafoliadas. Na página inferior são mais ou menos brancas e revestidas por uma camada de pêlos moles, não muito compacta. O folíolo terminal é ovado, longamente peciolado e quase sempre em forma de ponta aguda e rígida, não muito comprida. A inflorescência é uma panícula terminal, piramidal, folhosa na base e com espinhos semelhantes aos dos rebentos aéreos. O cálice é constituído por 5 sépalas que se tornam inclinadas após o período durante o qual a flor está aberta. A corola tem as 5 pétalas todas livres e regulares, enrugadas, com uma forma circular a obovada, de cor rosada, raramente branca. O androceu possui numerosos estames. O fruto é múltiplo (vários frutos) de pequenas drupas (amora), que ficam negras aquando da maturação.

Distribuição:

Oeste da Europa e da Região Mediterrânica e Macaronésia.

Habitat:

Sebes, margem dos caminhos, matos, matagais, locais húmidos, terrenos incultos.

Época de Floração:

Maio a Agosto

Utilização:

As amoras são muito apreciadas para confeccionar doces e compotas e são a base de um xarope utilizado como adstringente. Da infusão das folhas misturadas com as do framboeseiro obtém-se um chá delicioso. O seu cozimento constitui um adstringente muito energético: pode ser utilizado como loção para o rosto ou em gargejos para as doenças da boca. Todas as preparações devem ser cuidadosamente filtradas para eliminar os espinhos.

Curiosidades:

Espécie extremamente polimórfica quanto à forma dos folíolos, ramificação da inflorescência, indumento da ráquis, dimensões das flores e cor das pétalas. Reconhecem-se, actualmente, mais de 100 espécies diferentes e mais de 1000 variedades e híbridos.